28.3.21

Previsão do tempo


Pipas no céu
Crianças nas nuvens.

Miró

Tédio


Adoro esse olhar blasé
Que não só
Já viu quase tudo
Mas acha tudo tão déjà vu mesmo antes de ver.

Antonio Cícero

Sonhar


Sonhar é ter um grande ideal na inglória lida:
Tão grande que não cabe inteiro nesta vida,
Tão puro que não vive em plagas deste mundo.

Helena Kolody

Juntos


Daquele que amo
quero o nome, a fome
e a memória. Quero
o agora. O dentro e o fora,
o passado e o futuro.
Quero tudo: o que falta
e o que sobra
o óbvio e o absurdo.

Maria Esther Maciel

17.3.21

Canción con todos


Todas as vozes, todas
Todas as mãos, todas
Todo o sangue pode
Ser canção no vento.

Canta comigo, canta
Irmão americano
Liberte tua esperança
Com um grito na voz.

Armando Tejada Gómez

5.3.21

Esperando aviões

Durante esta pandemia, comecei a rastrear os aviões no céu. Toda tarde, caminhando entre os muros da minha casa, me habituei a seguir aqueles pássaros de ferro por meio de um aplicativo. Então descubro de onde vêm e para onde estão indo. Se vão viajar para muito longe, se trazem alguém de volta pra casa. 

Fico imaginando as pessoas lá dentro com suas histórias, seus sonhos, suas tempestades e alegrias. Fico querendo também ganhar a liberdade, abrir as asas, deixar as preocupações de lado, encontrar meus amigos, abraçar de novo, sorrir, sentir o vento atrapalhar meus cabelos, o sol dourar meu rosto e aquecer minha esperança. 

Tão bonita a vida, tão preciosos os encontros, tão necessário o afeto. Quando foi que começamos a nos perder? Se seguirmos a fumacinha branca daquele avião, encontraremos de novo o paraíso do qual um dia fomos expulsos?

Em tempo: Hoje minha cidade decidiu fechar todo o comércio não essencial outra vez. Agora o perigo do tal vírus ameaça as crianças. Há várias internadas e outras na fila de espera. Estou me sentindo triste.

Pedro Antônio de Oliveira


Busca verdadeira

Esqueçam tudo o que aprenderam.
Comecem por sonhar.

Frase de um cartaz colado nos muros de Paris em maio de 1968

Efemeridade

 

Da estátua de areia
nada restará
depois da maré cheia.

Helena Kolody